Museu Histórico e Geográfico de Monte Sião

Museu Histórico e Geográfico de Monte Sião

O Museu Histórico e Geográfico da cidade de Monte Sião foi idealizado em 31 de março de 1975 e inaugurado no dia 10 de julho de 1983, pela Fundação Cultural “Pascoal Andreta”, visando o desenvolvimento cultural e a manutenção de raízes do povo monte-sionense. É a própria fundação que mantém o museu até os dias de hoje.

A fundação Pascoal Andreta e sua importância!

O nome dado à fundação é uma homenagem a Pascoal Andreta, figura importante da cultura de Monte Sião e que deixou um rico legado, participando efetivamente do progresso da cidade. Além do museu, a entidade conduz também concursos literários, além de patrocinar eventos musicais, lançar obras literárias, dar apoio à modalidades esportivas, bibliotecas, escolas rurais, artes cênicas, promover palestras e preservar hábitos e tradições locais que ajudam na preservação da cultura monte-sionense.

O primeiro salão do Museu

O Museu Histórico e Geográfico é repleto de artefatos que fizeram parte tanto da história do povo monte-sionense, quanto da cultura brasileira.

Quando entramos no Museu, o primeiro item que encontramos é um Caminhão Chevrolet, com ano de fabricação de 1927, produzido nos Estados Unidos e pertencente a um morador da própria cidade. O veículo está muito bem conservado e quando olhamos para ele, temos a impressão de estar em uma novela de época, é incrível!

Seguindo, do lado esquerdo, encontramos diversos itens de um antigo cinema, desde projetores manuais, até cartazes de filmes da época, como Chaplin, King Kong, entre outros.

cinema-museu-monte-siao

Encontramos também um oratório, do ano de 1879, com algumas imagens de santos, também desta época.

Na sequência, encontra-se uma porta, e ao adentrar a esta porta, uma visão incrível: a reprodução fiel de uma gruta, feita por Carlos Faraco. A gruta foi construída de maneira idêntica a uma original, inclusive com peças reais de cavernas.

_mgl0723

Ao sair da gruta, encontramos uma placa de nomeação de uma fonte de Marie Curie, que esteve em Monte Sião, para estudo de suas águas em 1926. Madame Marie foi uma cientista polonesa, com naturalização francesa, que conduziu pesquisas pioneiras sobre radioatividade, recebendo por duas vezes o prêmio Nobel de Química.

Ao lado, uma rica coleção de pedras semipreciosas e preciosas, inclusive de rubi, diamante e esmeralda. Podemos observar também diversos quadros, pintados pelo próprio Pascoal Andreta (figura ilustre que dá nome à fundação que criou o museu), com imagens de casas antigas da cidade e cenas rurais.

Memorial Oscar Bernardi em sua carreira de jogador de futebol

No fundo do Museu, bem no centro, há várias peças de Oscar Bernardi, capitão da seleção brasileira de 1982. Nascido em Monte Sião, José Oscar Bernardi, jogou pelos clubes profissionais Ponte Preta, New York Cosmos, São Paulo e Nissan Motors e pela seleção brasileira. Foi também auxiliar técnico do São Paulo e técnico dos times Guarani, Cruzeiro, Al-lttihad, Al-Shabab e Al-Hila. Oscar idealizou e criou um centro de treinamento na cidade vizinha Águas de Lindóia, que trabalha com jovens jogadores de futebol.

_mgl0717

Outros artefatos do primeiro salão

Há também uma pedra sabão talhada em idiomas hebraico e português com os dez mandamentos, encontrada no Morro Pelado e de origem desconhecida.

Próximo a esta pedra, está montada uma sapataria, com peças antigas, inclusive com uma máquina para costura de sapatos. Na sequência peças de uma sala de aula antiga, como carteiras e materiais escolares. Além da sala de aula, temos também outros itens do passado, como barbearia, consultório odontológico (que por sinal, explica o medo criado pelos pacientes em relação aos dentistas) e farmácia (que era propriedade do primeiro prefeito de Monte Sião, Mário Zucato, que dá também nome à praça central de Monte Sião).

No centro da primeira parte do Museu, encontram-se também variados documentos como registro de compras de escravos, fac-símile da primeira carta de Pero Vaz de Caminha com registros do Brasil, documentos com assinaturas de presidentes, certidões de nascimento de imigrantes, etc. No meio do saguão, há uma coleção de notas e moedas das mais diversas épocas e nacionalidades, além de uma coleção de selos e os livros escritos por pessoas de Monte Sião. Do outro lado, itens utilizados antigamente em comércios, como balança e primeira máquina manual de tricô. Há também uma sala dedicada a fotos antigas do povo monte-sionense, em diversas situações.

_mgl0718

O segundo salão do Museu

Na segunda parte do Museu Histórico e Geográfico, encontramos armas, vestígios de cápsula e munição de guerra. Na sequência, artefatos de ferreiro, uma réplica de casa de pau-a-pique, itens indígenas e diversos objetos de pescaria.

_mgl0675

No centro do salão, uma caldeira de Maria Fumaça, um monjolo, uma roda d’água e instrumentos utilizados na agricultura para moer grãos. Além de um carro-de-boi.

roda-dagua-museu

carro-de-boi

Na parte superior do salão, estão vários itens que perpassaram os anos, como televisores, máquinas de escrever, caixas registradoras e máquinas de costura, de diferentes épocas. Como não podia faltar em um museu da Capital Nacional do Tricô, havia também teares variados, desde o primeiro tear manual da primeira fábrica de tricô de Monte Sião, até os industriais.

tear-retilineo-monte-siao-museu

Não dá para descrever tudo, você precisa conhecer!

Esse foi um breve passeio pelo Museu Histórico e Geográfico de Monte Sião, por mais que desejássemos detalhar o museu a você, visitante, não conseguiríamos, pois o local oferece uma infinidade de raridades e o que colocamos aqui é só uma parte de tudo o que o local tem em exposição. O Museu Histórico e Geográfico surgiu da iniciativa de monte-sionenses que queriam valorizar a cultura do povo daqui e conseguiram transformá-lo em um local admirado por todos que o conhecem.

Não perca essa oportunidade.

O museu de Monte Sião acabou se transformando em um dos maiores e mais completos acervos do estado.

É um dos pontos turísticos de Monte Sião, que sem dúvida alguma, vale a pena conhecer. Faz com que você se aprofunde em toda história de Monte Sião e saia de lá, um pouco mais monte-sionense.

_mgl0678

O museu se encontra na Rua Mauricio Zucato, 115 na área central da cidade, bem próximo ao santuário de Nossa Senhora da Medalha Milagrosa e a praça Prefeito Mário Zucato, pontos turísticos que também valem a visita por toda a conexão histórica que têm com a cidade.

Aproveite sua estadia ou mesmo uma breve passagem por Monte Sião para conhecer toda sua história. Nós ficaremos honrados com sua presença.

admin

Dar uma opnião

Clique aqui para postar sua opnião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *